Dissertação

Modelação dos efeitos estruturais da deterioração por corrosão de armaduras em vigas de betão armado EVALUATED

Considerando que a corrosão de armaduras constitui a principal causa da deterioração das estruturas de betão conduzindo a uma perda progressiva da sua capacidade resistente é necessário progredir nos estudos que permitam simular os efeitos deste fenómeno no comportamento estrutural. Partindo desta afirmação e com o objetivo de aprofundar o tema foi desenvolvido o presente trabalho. Abordam-se temas como as causas da corrosão mais comuns, as consequências numa estrutura de betão armado, os vários tipos de abordagens que se pode tomar na análise estrutural, as formas de introduzir corrosão assim como os modelos de bond-slip para simulação da ligação entre a armadura e o betão. Para além disto, são analisados alguns conceitos e teorias necessárias para o desenvolvimento do programa computacional em uso assim como a sua adaptação para o fim pretendido. O estudo envolveu a avaliação do comportamento de vigas de betão armado sujeitas a vários tipos de deterioração por corrosão da armadura. Foram ensaiados quatro cenários de possível deterioração: corrosão no apoio de continuidade, no meio vão dos tramos da viga, nos apoios de extremidade e por último no comprimento total dos varões inferiores. Com estes testes é possível analisar o comportamento à flexão resultando destes ensaios os diagramas de carga-deslocamento assim como os diagramas de tensões na armadura longitudinal, os mapas de fendilhação e as deformadas. Somado a estes cenários, acrescenta-se também a possibilidade de existir ou não confinamento pela presença de estribos, aproximando o caso em estudo de uma viga ou de uma laje correspondentemente.
Corrosão, Fissura, Bond-slip, Embebida, Elementos Finitos

Novembro 26, 2019, 10:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

António José Da Silva Costa

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Jorge Manuel Vinagre Alfaiate

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar