Dissertação

Resistência à penetração de cloretos em diferentes tipos de betões sujeitos a ensaios prolongados de imersão EVALUATED

O presente estudo tem como principais objetivos a caracterização e avaliação da penetração de cloretos em betões produzidos com diferentes tipos de agregados e tipos de ligantes, bem como aferir a adequabilidade dos coeficientes difusão de cloretos, determinados a partir de ensaios acelerados laboratoriais, na caracterização da durabilidade destes betões quando inseridos em ambiente submerso. Para tal, foi desenvolvida uma vasta campanha experimental que envolveu a produção de diferentes tipos de betões e a sua caracterização em termos de resistência à penetração de cloretos, tendo por base ensaios acelerados de migração e ensaios de imersão em solução salina, de média duração. Na produção dos betões, foram utilizados três tipos de agregados de diferente massa volúmica (brita calcária, Leca e Stalite) e três tipos de adições (sílica fumo, cinzas volante e filler calcário), em variadas percentagens de substituição. De uma forma geral, confirma-se que o fator condicionante na difusão e penetração de cloretos foi a qualidade da matriz cimentícia, (relação água/ligante). A incorporação de agregados leves não influenciou de forma significativa o coeficiente de difusão, mas nos betões com agregados leves mais porosos ocorreu um decréscimo na resistência ao ingresso de cloretos. O ensaio de imersão foi capaz de caracterizar a potencial contribuição das adições pozolânicas na resistência à penetração de cloretos, permitindo uma melhor simulação da realidade. Conclui-se que a utilização do ensaio RCMT, na caracterização da resistência à penetração de cloretos em ambiente submerso, deve ser realizada de forma separada, consoante o tipo de ligante e, eventualmente, de agregado.
Durabilidade do betão, resistência à penetração de cloretos, ensaio acelerado de migração de cloretos, ensaio de imersão

Novembro 22, 2018, 9:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

José Alexandre De Brito Aleixo Bogas

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar