Dissertação

Bio-cimentação de solos arenosos para melhoramento das suas características hidro-mecânicas EVALUATED

Hoje em dia cerca de uma tonelada de dióxido de carbono (CO2) é emitida para cada tonelada de cimento produzido. O dióxido de carbono é o principal responsável pelo efeito estufa que está na origem de um dos maiores problemas da actualidade, o aquecimento global. É por esta razão que surge casa vez mais a necessidade de encontrar formas sustentáveis de conseguir os mesmos objectivos. A estabilização de solos arenosos com bio-cimento em vez de recorrer às técnicas tradicionais de injecção é uma delas. A técnica MICP (Microbioligically Induced Calcite Precipitation) é uma técnica natural e ecológica que melhora as características Hidro-mecânicas do solo através da precipitação de calcite produzida por bactérias. A calcite serve de ligante para as partículas de solo e após o tratamento o solo torna-se menos permeável, mais rígido e mais resistente. Este é o primeiro estudo sobre a técnica MICP realizado no IST que se conhece. Numa primeira fase, o objectivo deste estudo é de pôr em prática esta nova técnica e identificar quais as melhores condições para que se consiga produzir a máxima quantidade de calcite possível. Numa segunda fase, pretende-se comparar a resistência obtida através deste novo tratamento com a resistência conseguida através de um tratamento tradicional de solos com introdução de calda de cimento (Jet grouting).
Bio-cimentação, Precipitação de Calcite, Bacillus pasteurii, Tratamento de Solo, Aumento de Resistência

Dezembro 1, 2014, 14:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Gabriel António Amaro Monteiro

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Maria Rafaela Pinheiro Cardoso

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar