Dissertação

Comparação entre rebocos multicamada tradicionais e industriais face à ação da cristalização de sais EVALUATED

O presente estudo teve como objetivo comparar rebocos de uma e duas camadas, constituídos por argamassas tradicionais e industriais relativamente à sua resistência à degradação por cristalização de sais. Para levar a cabo este estudo realizaram-se ensaios de absorção por capilaridade, cinética de secagem e permeabilidade ao vapor de água, de forma a conhecer o comportamento unitário das argamassas e dos conjuntos mono camada e bi camada formados por combinações destas. Realizou-se um ensaio de cristalização de sais em bases de alvenaria, nas quais foram aplicados os conjuntos mono camada e bi camada, tendo-se estudado os efeitos da degradação de sais nestes. Concluiu-se que os rebocos tradicionais apresentam problemas de durabilidade, relacionados com a desagregação, consequente da fraca resistência mecânica, enquanto os industriais apresentam problemas ao nível do destacamento integral, relacionado com a menor permeabilidade à água e maior resistência mecânica que o suporte. Concluiu-se ainda que, a nível de durabilidade, os conjuntos em bi camada apresentaram melhores resultados que os mono camada.
Rebocos industriais, rebocos tradicionais, rebocos bi camada, cristalização de sais, caracterização de argamassas

Junho 4, 2018, 0:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Rita Maria Vilela Nogueira

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar