Dissertação

Avaliação Sísmica do Edifício da Sociedade de Geografia de Lisboa EVALUATED

O presente trabalho trata de um estudo sobre o comportamento sísmico do edifício da Sociedade de Geografia de Lisboa. Começou-se por fazer uma pequena contextualização histórica tanto do edifício como do tipo de construção que representa (Arquitectura do ferro). O edifício em estudo localiza-se na rua Portas de Santo Antão e é um dos poucos exemplares da arquitectura do ferro em Lisboa. Uma caracterização geral é feita onde se destaca os edifícios circundantes assim como os elementos estruturais que compõem o caso de estudo, de onde se destacam os pilares de ferro fundido, as vigas de ferro forjado, as paredes de alvenaria em tijolo “burro” e as coberturas em madeira e ferro forjado. Um modelo matemático foi desenvolvido com base nos elementos referidos. Este foi validado com base num ensaio dinâmico sobre frequências de vibração realizado no edifício em estudo. Utilizando uma análise dinâmica linear com base no espectro de resposta preconizado no EC8 avaliou-se a vulnerabilidade da estrutura sujeita à combinação sísmica. Foi realizada uma análise à resistência dos elementos estruturais, nomeadamente paredes de alvenaria e pilares, assim como às deformações do edifício. Avaliaram-se as acelerações e velocidades de algumas zonas do edifício e o risco que estas provocam em peças de valor cultural e histórico que estão expostas no museu. A partir dos resultados destas análises sugeriram-se e analisaram-se tipos de reforço estrutural e medidas de diminuir a vulnerabilidade das peças de arte.
Sociedade de Geografia de Lisboa, Vulnerabilidade Sísmica, Património Cultural, Análise linear, Arquitectura do Ferro

Novembro 27, 2019, 16:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Carlos Alberto Ferreira de Sousa Oliveira

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Catedrático Jubilado