Dissertação

Reabilitação de dois edifícios justapostos na Baixa Pombalina, em Lisboa EVALUATED

A reabilitação de edifícios centenários localizados no centro de Lisboa, mais precisamente, no centro histórico da Baixa Pombalina, tem assumido, desde as últimas décadas, um papel importante na revitalização desta zona histórica. O grau de degradação dos edifícios e a deficiente, ou total, falta de condições de habitabilidade ao uso atual, ou mesmo quando um novo uso é definido, são factores importantes no tipo de processo de reabilitação a ser implementado, incluindo medidas mais ou menos intrusivas. No entanto, para ambas situações, as novas cargas ou o aumento das existentes, determinam a necessidade de reforço das fundações existentes. Para além disso, nesta zona histórica, o subsolo é uma preocupação, sendo caracterizado pela presença de depósitos aluvionares, de considerável pujança, sobrejacentes ao substrato Miocénico. Assim, a solução de reforço de fundações deve prever a transferência de carga necessária, essencialmente através de atrito lateral, o que aliado aos condicionamentos de espaço, é determinante na selecção do equipamento e na solução de projecto a adoptar. Neste contexto, as microestacas assumem um papel de relevo. O pré-dimensionamento de soluções de reforço de fundações por microestacas, é, em geral, verificado através de ensaios de carga realizados em obra, à escala real, sendo monitorizados os deslocamentos durante os trabalhos de construção, de forma activa, mediante instrumentação adequadamente colocada.
Reforço de fundações, Microestacas, Ensaio de carga, Retroanálise, Instrumentação

Julho 2, 2018, 12:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Alexandre da Luz Pinto

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Prof Auxiliar Convidado