Dissertação

Grés De Silves presente no património construído: Caracterização, suscetibilidade à degradação e estudo de tratamentos de consolidação EVALUATED

O Grés de Silves é um arenito de cor avermelhada que, em Portugal, aflora com maior expressão na região central do Algarve e edifica alguns monumentos importantes da região, como o Castelo de Silves e a Sé de Silves. Este material, apesar de edificar o património português, carece de informação publicada sobre as suas características (físicas e mecânicas) como material de construção. Esta dissertação é suportada num programa experimental estabelecido com o objectivo de contribuir para: a caracterização de Grés de Silves como material de construção; o estudo da sua susceptibilidade à degradação, pela acção de ciclos de gelo-degelo; e da potencial eficácia da sua consolidação por recurso a consolidantes à base de silicato de etilo. O programa experimental foi realizado em provetes de pedra provenientes de blocos de pedreira e de blocos de uma muralha do Castelo de Silves. O estudo realizado revelou que o Grés de Silves é uma variedade pétrea com comportamento anisotrópico, elevada porosidade (23%) e capacidade de absorção de água. A ação dos ciclos de gelo-degelo resultou na deterioração de algumas propriedades físico-mecânicas. Os tratamentos consolidantes estudados demonstraram potencial eficácia no aumento da coesão, promoveram variações de cor perceptíveis ao olho humano e algumas alterações em propriedades físicas do Grés de Silves, cujo efeito necessita de ser futuramente estudado.
Grés de Silves, caraterização, degradação, consolidação, silicato de etilo

Janeiro 20, 2021, 14:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Ana Paula Patrício Teixeira Ferreira Pinto França de Santana

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Bruno Monteiro Sena da Fonseca

CERIS - Civil Engineering Research and Innovation for Sustainability

Investigador Doutorado