Dissertação

Bead – Based microfluidic system for RNA/DNA detection EVALUATED

MicroRNAs (miRNAs) em circulação têm sido estudados como uma nova geração de biomarcardores para doenças cardiovasculares e que podem, potencialmente, ser usados para diagnóstico e prognóstico de doenças cardíacas. O desenvolvimento de um sistema microfluídico baseado em esferas porosas, que possa detectar miRNAS, apresenta um grande potencial para desenvolver um sistema de baixo-custo, rápido, sensível e portátil. Nesta tese, foi estudado um sistema microfluídico que usa como plataforma de imobilização esferas de agarose para a detecção de DNA/RNA e com possível aplicação aos miRNAs. Os canais foram fabricados em PDMS e selados contra uma membrana de PDMS. Várias plataformas de imobilização foram testadas. Sondas de DNA foram imobilizadas na superfície das esferas de agarose e a intensidade de fluorescência foi medida para as diferentes plataformas. Provou-se que, com o uso das esferas, o sinal de imobilização aumenta 200 vezes em relação à imobilização feita num canal simples. O protocolo foi optimizado, tendo-se alterado fluxos de imobilização, dimensões do canal a usar e escolhido o melhor método de bloqueio. Utilizou-se ainda como método de deteção quimioluminescência e colorimetria sendo que o limite de deteção encontrado foi de 10pM e 100pM, respectivamente. Testou-se ainda a aplicabilidade do sistema ao uso de matrizes biológicas (soro humano e soro fetal de vitela) verificando-se que foi possível a detecção de sinal.
Sistema microfluídico, esferas de agarose, hibridação de ácidos nucleicos, doenças cardiovasculares.

Novembro 25, 2015, 9:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Francisco Javier Enguita

Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa

Professor Associado

ORIENTADOR

João Pedro Estrela Rodrigues Conde

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Catedrático