Dissertação

Biomechanical Analysis of Fixation Devices for Lumbar Interbody Fusion EVALUATED

As doenças da coluna lombar são uma causa de incapacidade e, nesse âmbito, foram desenvolvidas diferentes abordagens à fusão lombar ao longo dos anos, em termos do procedimento cirúrgico, dos implantes e da fixação adicional. Embora seja um procedimento geralmente utilizado, a fusão tem riscos que os modelos de elementos finitos podem ajudar a compreeender melhor, como a degeneração do segmento adjacente. O objetivo deste trabalho foi a simulação da resposta biomecânica da coluna após uma fusão intersomática lombar oblíqua, usando um modelo idealizado de L3 a L5, desenhado em Solidworks e implementado em Abaqus. O modelo era composto pelas vértebras, disco intervertebral e ligamentos. O modelo intacto, o instrumentado e ambos os casos com as propriedades do disco alteradas para simular degeneração foram postos sob uma follower load de 100 N e um momento de 7.5 Nm para simular extensão, flexão, torsão e flexão lateral. A amplitude de movimentos e a tensão no disco adjacente e na instrumentação puderam então ser avaliados. O modelo bilateral teve um melhor desempenho em termos da restrição da amplitude de movimentos no segmento fundido e da menor tensão de Von Mises na fixação posterior. No entanto, são necessários estudos com modelos mais complexos para avaliar a capacidade dos modelos unilaterais e do modelo só com a cage para atingir um nível de fusão adequado. Não foram encontradas diferenças na tensão no disco adjacente para as diferentes fixações, mas a tensão aumentou depois da introdução da instrumentação, o que poderá levar à degeneração.
Coluna lombar, Fusão Intersomática Lombar Oblíqua, Modelo de Elementos Finitos

Dezembro 6, 2019, 15:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

André Paulo Galvão de Castro

IDMEC - Instituto Superior Técnico

Doutor

ORIENTADOR

Paulo Rui Alves Fernandes

Departamento de Engenharia Mecânica (DEM)

Professor Associado