Dissertação

Characterization of physiological noise in resting state fMRI data at 7T EVALUATED

O crescente interesse da comunidade científica pelas técnicas de ressonância magnética funcional em repouso (rs-fMRI) e o desenvolvimento de novos sistemas de aquisição utilizando campos magnéticos de alta amplitude, capazes de adquirir integralmente imagens do cérebro com alta resolução e sensibilidade, levaram a descobertas importantes na área da conectividade cerebral. As medições de conectividade no cérebro dependem da actividade neuronal síncrona entre diferentes regiões do cérebro pelo que qualquer mecanismo com uma origem não-neuronal poderá potencialmente introduzir fluctuações na conectividade registada. Por este motivo, a necessidade de caracterizar de forma precisa as diferentes fontes de ruído no cérebro tornou-se uma prioridade. O presente trabalho tem como objectivo estender o conhecimento sobre este assunto através de uma caracterização das principais fontes de ruído fisiológico, por um lado, a nível global e, por outro, em estruturas específicas no cérebro. Com este objectivo em mente, um processo de optimização por análise de modelos encadeados com recurso ao General Linear Model (GLM), utilizando diferentes técnicas estabelecidas na literatura e de estado de arte, foi desenvolvido. Neste trabalho são sugeridas directrizes para a extracção precisa dos regressores a incluir no modelo, sustentadas pelos resultados aqui obtidos em dados de rs-fMRI adquiridos a 7T. Trabalho futuro envolverá a investigação dos efeitos da correcção fisiológica obtida na indentificação e análise de redes de repouso.
Ressonância magnética funcional, redes neuronais em repouso, conectividade cerebral, ruído fisiológico, RETROICOR, 7 Tesla

Outubro 16, 2014, 11:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Fernando Henrique Lopes da Silva

University of Amsterdam

Professor

ORIENTADOR

Patrícia Margarida Piedade Figueiredo

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Auxiliar