Dissertação

Pilot Study on VO2max Assessment and Oxygen Uptake on Normal and Hypoxic Environments EVALUATED

O VO2max é um indicador de condição física de um indivíduo e um parâmetro fisiológico determinante na performance de um atleta, nomeadamente na corrida. Howley, Bassett et al. 1995 definiram este parâmetro como o volume máximo de oxigénio que o organismo consegue utilizar durante exercício físico intenso. Assim, após atingido o patamar de VO2max, por mais que a intensidade do exercício aumente o organismo não tem capacidade de aumentar ainda mais o consumo de oxigénio. Este parâmetro é fortemente condicionado por condicionantes genéticos como a capacidade de difusão dos pulmões, o débito cardíaco máximo, a capacidade de transporte e distribuição de oxigénio pelo sangue e características do músculo esquelético (Bassett and Howley 2000). Os estudos de Levine and Stray-Gundersen 1997 e Stray-Gundersen, Chapman et al. 2001 mostram que o treino em altitude como o método LHTL (living high train low) e o processo de aclimatização a ambientes de hipóxia pode resultar em valores mais elevados de VO2. Como resultado do processo de aclimatização o organismo humano aumenta a produção de glóbulos vermelhos e de hemoglobina face à carência de oxigénio o que permite que uma melhor e mais eficiente distribuição pelos tecidos. Com este estudo testou-se um grupo de controlo de indivíduos menos condicionados e um grupo de atletas e corredores melhor treinados e determinaram-se os valores de VO2max. Após determinação destes valores compararam-se os mesmos com os valores obtidos em condições de hipóxia, simulando o treino em altitude, de forma a averiguar como é feita a adaptação pelos atletas.
oxigénio, VO2max, altitude, hipóxia, corrida

Julho 6, 2017, 11:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Mamede Alves Carvalho

Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa

Professor Catedratico

ORIENTADOR

Miguel Pedro Tavares da Silva

Departamento de Engenharia Mecânica (DEM)

Professor Associado