Dissertação

Electrokinetic and optical detection of nucleic acids for biomedical diagnosis in microfluidics EVALUATED

Os microRNAs são RNAs endógenos, com cerca de 22 nucleótidos, que têm papéis regulatórios importantes nas células. Estes agentes biologicamente activos foram detectados em circulação, podendo ser usados como biomarcadores de diversas doenças. O sistemas lab-on-a-chip podem ser decisivos na análise de microRNAs na prática clínica. Nesta tese, foi explorado um princípio de detecção eléctrico, sem marcação, para a detecção de ácidos nucleicos em microfluídica. Os microcanais foram fabricados em PDMS e selados contra vidro onde previamente foram depositados eléctrodos planares, permitindo realizar medições electrocinéticas e de fluorescência. Provou-se que as medições de potencial e corrente de streaming são adequadas para a descrição da carga eléctrica global do canal. Os potenciais ζ calculados variaram entre -67 mV (água desionizada) e - 4.6 mV (100 mM PB), num canal não funcionalizado. Para a detecção de DNA alvo, o microcanal foi tratado com APTES, sonda de ssDNA e bloqueado com BSA. Depois da imobilização da sonda, a sua densidade superficial era 2.09x10^4 µm-2 (15.7% de uma monocamada densa) e, depois do passo de bloqueio, 9.71x10^3 µm-2 (7.3% de uma monocamada densa). Usando uma amostra de 16 nL, as correntes de streaming permitiram detectar 5 µM de DNA alvo (com a sequência do miR-122) e distingui-lo de um controlo negativo (com a sequência do miR-375). As medições de fluorescência permitiram detectar 500 nM de DNA alvo. Finalmente, é apresentada uma lista de sugestões, de modo a melhorar a sensibilidade e especificidade do método e integrá-lo num sistema de análise miniaturizado.
corrente de streaming, fluorescência, microfluídica, microRNA, DNA, sem marcação

Junho 27, 2014, 9:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Francisco Javier Lombardo Enguita

Instituto de Medicina Molecular - Faculdade de Medicina da Universidade de LIsboa

Doutor

ORIENTADOR

João Pedro Estrela Rodrigues Conde

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Catedrático