Dissertação

A data mining approach to study disease presentation patterns in Primary Progressive Aphasia EVALUATED

O mundo actual é confrontado por uma população cada vez mais envelhecida e pelos desafios que isso acarreta, nomeadamente, a nível de cuidados médicos, tendo em conta a actual incidência de doenças neuro-degenerativas dos grupos etários mais elevados. A afasia progressiva primária (APP) define-se como uma forma de apresentação de demência de etiologia neuro-degenerativo caracterizada pela perda de capacidades linguísticas. Deste modo, a caracterização das suas diferentes variantes é crucial de modo a possibilitar uma administração adequada de fármacos e intervenções terapêuticas. Esta dissertação pretende usar técnicas de Data Mining para extrair informação de dados clínicos, nomeadamente, perceber quais as principais variantes de APP. Foram aplicados algoritmos standard de clustering, com o intuito de averiguar quantos grupos existem no conjunto de dados e eventualmente, estudar a possível existência de novos grupos, diferentes dos actualmente descritos na literatura. Posteriormente, recorreu-se a técnicas de aprendizagem supervisionada para analisar os pacientes tendo em conta a sua classificação clínica, em uma das três variantes de APP, e consequentemente, desenvolver um modelo de classificação mais preciso. Segundo a análise de aprendizagem não supervisionada, existem dois grupos principais no conjunto de dados analisados. Este estudo inclui a avaliação de diversos conjuntos de atributos de modo a averiguar qual o tipo de atributos que produz melhores resultados. Foram desenvolvidas duas novas metodologias de classificação de APP, tendo obtido uma boa performance com os dados deste estudo. Uma destas novas metodologias foi desenhada para identificar pacientes que não pertençam a nenhuma das três variantes definidas na literatura.
APP, Data Mining, Clustering, Classificação, Diagnóstico.

Dezembro 12, 2013, 14:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

CO-ORIENTADOR

Maria Manuela Gil Guerreiro

Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa

Doutora

ORIENTADOR

Sara Alexandra Cordeiro Madeira

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Auxiliar