Dissertação

Gestão de Risco em Resíduos Hospitalares: Caso de Estudo da Ilha do Pico EVALUATED

A gestão de risco em Resíduos Hospitalares (RH) suscita cuidados especiais uma vez que muitos profissionais de saúde estão em contacto directo com este tipo de resíduos. Os RH podem provocar infecções quando ocorrem acidentes no manuseamento, ou quando são tratados com negligência. É da competência das entidades produtoras de resíduos estabelecer um plano de gestão e prevenção, formar e equipar os seus colaboradores contra os riscos inerentes a estes resíduos. Esta investigação assenta no caso de estudo da Ilha do Pico, sendo abrangidas entidades como centros de saúde, clínicas médicas, farmácias, clínicas veterinárias, lares de idosos e clínicas de fisioterapia. A recolha de dados é feita através de entrevistas e questionários aos profissionais de saúde, de forma a investigar o ciclo de vida dos resíduos e o risco presente neste processo. Os objectivos desta investigação passam por identificar os riscos e lacunas existentes nos processos de gestão de RH, criados no âmbito da prestação de cuidados de saúde em seres humanos e animais na Ilha do Pico, e investigar as práticas actuais relativas à formação nesta área, propondo melhorias neste processo. Com este estudo concluiu-se que apesar de já existirem algumas medidas implementadas, existem ainda muitos riscos que podem ser minimizados. Concluiu-se também que estes riscos estão associados principalmente à falta de formação e sensibilização dos profissionais de saúde. Identificados os riscos, propõe-se soluções viáveis para as lacunas encontradas.
Resíduos hospitalares, ciclo de vida, gestão de risco, Ilha do Pico

Dezembro 4, 2013, 9:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Augusto Manuel Ferreira Chaleira

Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa

Médico de Clínica Geral

ORIENTADOR

Maria Teresa Romeiras de Lemos

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Associado