Dissertação

Investigação da detecção do cancro da mama com tomógrafo ClearPEM utilizando fantomas de gelatina EVALUATED

O cancro da mama apresenta uma grande taxa de incidência em Portugal, sendo 90% curáveis se forem detectados atempadamente. Neste sentido, o consórcio português PET? Mamografia desenvolveu um scanner dedicado à imagiologia da mama que possibilita a detecção de lesões de reduzidas dimensões, o ClearPEM. O objectivo do presente trabalho baseia-se na investigação do cancro da mama com o scanner ClearPEM, tendo sido analisados parâmetros de qualidade de imagem em fantomas de gelatina projectados para este estudo. A metodologia adoptada abrangeu a quantificação da homogeneidade (BV) e do ruído estatístico (COV). A detecção de lesões foi estudada por parâmetros como a razão sinal ruído de fundo (LTBN) e o contraste (CRC) das imagens, bem como por uma análise pormenorizada de medida de lesões. Os resultados indicam valores de BV e de COV, na ordem dos 5-9% e 20-24%, respecti- vamente. As imagens obtidas são consideradas globalmente homogéneas, não apresentando artefactos. Razões sinal ruído de fundo menores(LTB) e dimensões de lesões reduzidas acarretam piores contrastes mas, na maioria dos casos, foram obtidos valores de CRC entre os 70% e os 100%. A detecção de lesões é viável até dimensões de diâmetro de 2 mm, sendo que a avaliação global do detector abre perspectivas promissoras para a utilização da tecnologia ClearPEM na pratica clínica.
Imagiologia da mama, Mamografia por emissão de positrões (PEM), ClearPEM, Detectabilidade

Dezembro 16, 2011, 17:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Catarina Moreira Figueira Ortigão

LIP Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas

Investigador Auxiliar

ORIENTADOR

João Manuel Coelho dos Santos Varela

Departamento de Física (DF)

Professor Associado