Dissertação

Considering patients' prioritization in the operating room planning EVALUATED

É cada vez mais necessário ter o paciente como principal preocupação no agendamento das cirurgias eletivas. O tempo de espera é geralmente superior ao tempo máximo de resposta clinicamente recomendado, realidade que se verifica em diversos contextos como o Português e o Canadiano, onde é atribuído um nível de prioridade clínica ao paciente no momento da proposta cirúrgica, que não é revisto durante o tempo em espera pela cirurgia. Contrariamente, as recomendações para o agendamento resumem-se a critérios de prioridade e antiguidade, sem refletir a necessidade real do paciente e a evolução do seu estado de saúde durante o período em espera. De forma a evitar que a saúde e o bem-estar do paciente sejam afetados durante a espera, é importante criar um sistema de agendamento de cirurgias que considere a dinâmica das necessidades reais dos pacientes e perceber o seu impacto. Nesta dissertação, é proposto um modelo de escalonamento em programação linear inteira que integra um novo sistema de priorização. Baseado num caso de estudo de um hospital Canadiano, são geradas listas de espera para validar a abordagem proposta e testar a qualidade das soluções. A discussão de resultados inclui uma análise de sensibilidade e sobre a seleção de pacientes, os tempos de espera, a utilização de tempo extraordinário e o número de cirurgias marcadas. É ainda proposta, numa abordagem rolling horizon, uma fórmula de atualização da condição dos pacientes, que permite que o modelo selecione pacientes considerando a dinâmica das suas necessidades e que crie escalonamentos equitativos.
Bloco operatório, Escalonamento de cirurgias, Utilidade, Necessidades dos pacientes, Otimização, Programação linear inteira

Dezembro 5, 2018, 9:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Valérie Bélanger

HEC Montréal

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Inês Marques Proença

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Auxiliar