Dissertação

Geometric analysis of intracoronary pressure curves EVALUATED

Testes de fisiologia coronária são usados na prática clínica com o objetivo de avaliar o significado fisiológico de lesões coronárias angiograficamente intermédias. O iFR e o cFFR são indicadores que quantificam o rácio entre a pressão distal e a pressão proximal a uma estenose, em zonas predefinidas das curvas de pressão. Nesta dissertação, é proposto que a severidade de uma lesão coronária possa estar relacionada com a geometria da curva de pressão distal à estenose. De forma a testar esta hipótese, foi desenvolvido um software que analisa curvas de pressão, adquiridas no laboratório de cateterismo. Para esta análise, foram calculados cinco índices diferentes em diferentes zonas do ciclo cardíaco. Estes índices, obtidos a partir dos aparelhos usados na prática clínica, foram comparados com uma simulação dos mesmos através do software desenvolvido. Os coeficientes de correlação obtidos (r2>0.97) nestas comparações permitem uma validação do método e dos resultados obtidos. Além disso, usando um conjunto de dados reduzido, os novos índices foram comparados com o iFR de forma a avaliar a sua correlação com este índice. O indicador que apresentou uma melhor correlação foi o Índice 7 (y=0.77x−0.506; r2=0.2). Estes resultados sugerem que o comportamento geométrico da curva de pressão distal pode estar relacionado com a severidade da lesão coronária. Estas descobertas poderão vir a ter aplicabilidade clínica, que deverá ser avaliada num estudo clínico prospectivo.
Fisiologia Coronária, Geometria da Curva de Pressão, Instantaneous Wave-Free Ratio, Hiperémia induzida por Contraste, Isquémia Miocárdica

Novembro 14, 2019, 14:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

David Cintra Henriques Silva Neves

Hospital do Espírito Santo - Évora

Especialista

ORIENTADOR

Jorge Filipe Duarte Tiago

Departamento de Matemática (DM)

Professor Auxiliar