Dissertação

Biological Stabilization of Municipal Solid Waste EVALUATED

A estabilidade biológica dos resíduos sólidos urbanos (RSU) é uma das principais questões relacionadas com a avaliação do potencial de emissões a longo prazo e impacto ambiental dos aterros. O interesse no tratamento mecânico e biológico antes da deposição em aterro está assim a crescer. O objetivo deste estudo foi determinar o AT4 de resíduos sólidos urbanos, após tratamento mecânico e biológico, com o dispositivo de controlo OxiTop® OC 110 B6M – 2.5. O tratamento mecânico dos resíduos sólidos urbanos decorreu na unidade de tratamento mecânico e biológico Zöld Híd Régió Environmental and Waste Ltd, onde a mistura de resíduos sólidos urbanos foi triturada com recurso a um moinho de martelos e posteriormente separada por tamanhos em três frações distintas - 35, 50 e 80 mm, através duma peneira vibratória. O processo de compostagem foi realizado em bio-reatores adiabáticos, onde foram garantidas condições satisfatórias para o controlo do processo, durante quatro semanas – tempo de estabilização. De acordo com a União Europeia, os resíduos sólidos urbanos estão aptos para a deposição em aterro se a atividade respiratória for inferior a 10 mgO2/ g de massa seca ao fim dum período de quatro dias. O índice de respiração das três frações de RSU foi determinado e seguido ao longo do tempo de estabilização, sendo que no final deste tempo os valores de AT4 obtidos foram de 9, 18 e 23 mgO2/ g de massa seca para os tamanhos de partículas de 35, 50 e 80 mm, respetivamente.
resíduos sólidos urbanos (RSU), tratamento mecânico e biológico, compostagem, estabilidade biológica, OxiTop, AT4.

Novembro 30, 2015, 16:15

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

László Aleksza

Faculty of Agrigultural And Environmental Sciences

Professor Associado

ORIENTADOR

Susete Maria Martins Dias

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Auxiliar