Dissertação

Color in Bioprocesses: Mitigation Strategies and Analytical development EVALUATED

Esta dissertação explora a complexidade das origens e mecanismos de formação de cor indesejada em bioprocessos. Presentemente, não se encontra publicado nenhum trabalho que compile informação sobre cor indesejada em bioprocessos; algo que este trabalho fornece. Este trabalho, dispõe também uma abordagem científica a dois casos de estudo, actualmente em desenvolvimento na DSM. Um protocolo experimental é levada a cabo, para o caso de estudo das sementes de colza, com os seguintes objectivos: 1) compreender os mecanismos de interacção entre o maior componente proteico e compostos de cor e 2) providenciar condições óptimas (menor cor, maior extracção proteica) do processo. Para tal, 70 extracções em diferentes condições (ou presença de aditivos) foram executadas. Uma ferramenta analítica foi desenvolvida para este propósito, providenciando uma análise qualitativa assente na comparação entre as diversas extracções e o processo standard. O resultados obtidos sugerem que ligações covalentes entre compostos fenólicos oxidados e a proteína são a principal causa para formação dos complexos proteína-cor, enquanto que interacções hidrofóbicas poderão também estar presentes. O trabalho contribui para a compreensão dos fenómenos de formação de cor em bioprocessos, através de uma avaliação das possíveis interacções entre proteínas e compostos de cor, obtendo condições óptimas de processo e avaliando diferentes estratégias de mitigação.
sementes de colza, compostos fenólicos, cor, ligações covalentes, extracção, metodologia de superfície de resposta

Julho 3, 2015, 14:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Johannes Hendrikus Maria Willemsen

DSM

Especialista

ORIENTADOR

Duarte Miguel De França Teixeira dos Prazeres

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Catedrático