Dissertação

Hydrogen-to-carbon ratio versus char yield in biomass slow pyrolysis EVALUATED

Biochar é conhecido como uma ferramenta eficiente para a sequestração de dióxido de carbono da atmosfera e também para aumentar a fertilidade dos solos. A pirólise lenta de biomassa, caracterizada pelas suas condições de processo moderadas, tem sido provada como sendo o método com o qual se obtém os melhores resultados em termos de produção de biochar. Para regulamentar a sua utilização nos solos, entidades como a International Biochar Initiative (IBI) e a European Biochar Foundation (EBF) definiram diretrizes para as suas propriedades, das quais se destaca o rácio H/C que não deverá ser superior a 0.7 de modo a garantir a sua estabilidade nos solos. Para elucidar o efeito que o tipo de biomassa e os parâmetros de processo escolhidos exercem nas propriedades do biochar produzido, foram selecionados dois tipos de matérias-primas (palha e fil rouge) e três temperaturas (370, 410 e 450°C), velocidades de aquecimento (5, 20 e 50°C/min) e tempos de residência (5, 15 e 45 minutos), com os quais se fizeram o número máximo de combinações de experiências, sendo posteriormente caracterizados através de análises elementares e aproximadas. Como esperado, o aumento da severidade das condições da pirólise resultou em consecutivas diminuições no rendimento do biochar e em aumentos nos conteúdos em carbono e cinza, devido a aumentos da matéria volátil libertada. Os resultados mostraram que o tipo de matéria-prima também influencia as características finais. Foi concluído que biochar produzido a 410°C será o melhor em termos de estabilidade sem comprometer o rendimento para ambas as matérias-primas.
Biochar, pirólise lenta, biomassa, fertilidade dos solos, sequestração de carbono.

Novembro 12, 2015, 14:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Frederik Ronsse

Universidade de Ghent

Professor

ORIENTADOR

Pedro Carlos De Barros Fernandes

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Colaborador Não Remunerado Docente