Dissertação

Protein and Dye conversion in Aerobic Granular Sludge process EVALUATED

O tratamento tradicional de águas residuais requer áreas superficiais extensas que normalmente não estão disponíveis ou são dispendiosas. Os grânulos aeróbios são uma nova tecnologia de tratamento de águas residuais.Possuem uma enorme capacidade de tratar elevadas cargas de carência química de oxigénio e remover azoto e fósforo, ocupando menos espaço que as tecnologias tradicionais com menor investimento económico. Muitos efluentes têm uma composição relativamente complexa. Por exemplo, na indústria têxtil, os corantes azo e as proteínas representam uma fracção importante da composição dos efluentes. Neste trabalho foi estuda a influência das proteínas como única fonte de carbono na performance de grânulos aeróbios, bem como a capacidade destes grânulos para reduzir corantes azo, num reactor descontínuo sequencial de 2,7 L. A morfologia dos grânulos formados nestas condições foi mais filamentosa e irregular à superfície, comparativamente com substratos facilmente biodegradáveis, no entanto, os grânulos continuaram a apresentar boa capacidade de sedimentação. Foi observada hidrólise de proteína, tanto aerobicamente como anaerobicamente, com 56% da proteína hidrolisada no primeiro dia de operação, e um máximo de 81% no dia 69. Foi também observada nitrificação completa de amónia, no entanto a desnitrificação aparentemente apenas ocorreu durante os períodos anaeróbios, oscilando de 7% a 34%. A eficiência de remoção de fósforo foi inicialmente de 50%, no entanto desceu com uma maior duração de operação anaeróbia. Quanto aos corantes azo, foi observada inicialmente uma remoção de 38%, tendo-se obtido uma remoção máxima de 78%, devido a adaptação e maior concentração de biomassa no reactor.
Tratamento de Efluentes, Grânulos Aerobios, Proteínas, Corantes Azo

Novembro 7, 2014, 11:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Marinus Cornelis Maria (Mark) van Loosdrecht

TU Delft, Faculty of Applied Sciences

Professor Catedratico

ORIENTADOR

Nídia Dana Mariano Lourenço de Almeida

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Colaborador Não Remunerado Docente