Dissertação

Bioethanol production from wastes EVALUATED

O objectivo principal deste trabalho é contribuir para o desenvolvimento do conceito de biorefinaria através do estudo da produção do biocombustível bioetanol a partir da fracção orgânica dos resíduos sólidos urbanos (FORSU), comparando dois sistemas descontínuos, um com Saccharomyces cerevisiae em suspensão e outro com a levedura imobilizada numa matriz de alginato de cálcio. Uma vez que a FORSU é um substrato muito complexo, estes sistemas foram primeiramente testados usando um meio mineral e com glucose como fonte única de carbono. Foram estudadas cinco concentrações iniciais de glucose diferentes: 50, 100, 200, 300 e 400 g/L. A fermentação foi monitorizada através de métodos analíticos e por perda de peso. A comparação entre os dois sistemas foi possível através de constantes cinéticas para o crescimento (KS, µmax e Ki) e de rendimentos em biomassa e em produto. Os resultados obtidos para as constantes cinéticas foram inconclusivos. Seguidamente, foi preparada uma FORSU sintética, da qual resultou um líquido rico em matéria orgânica que foi usado como substrato para a fermentação alcoólica com células em suspensão e imobilizadas em três concentrações: puro, diluído em 1:2 e diluído 1:4. Verificou-se um crescimento diáuxico no caso das células em suspensão. O meio de cultura com o substrato diluído em 1:2 foi considerado o melhor para o crescimento das leveduras.
bioetanol, saccharomyces cerevisiae, FORSU, alginato de cálcio

Novembro 16, 2016, 17:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Francisco Jesus Fernandez Morales

Universidad de Castilla-la-Mancha

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Helena Maria Rodrigues Vasconcelos Pinheiro

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Auxiliar