Dissertação

Overcoming the inability of marine bacteria to grow under laboratorial conditions EVALUATED

Superar a incapacidade de crescer bactérias marinhas em condições laboratoriais é de extrema importância, visando a sua utilização como fonte de novos compostos e enzimas. A reduzida fracção de microorganismos capazes de crescer em meios nutritivos representa um fenómeno microbiológico conhecido por “Great Plate Count Anomaly”. Este trabalho focou-se em aumentar a percentagem de células cultiváveis e compreender a relação entre a diversidade de espécies observada em placas de agar e as condições ambientais do local de amostragem. A estratégia implementada envolveu o teste de meios de cultura disponíveis comercialmente, a sua combinação e diluição. Foram testadas fontes de carbono e de energia alternativas e incorporadas em meios líquido e sólido. O número de espécies recuperadas nas placas de agar dependeu, principalmente, do tipo de ambiente do local de amostragem (mar, piscina natural e fontes termais). Aquando da utilização de bactérias cultivadas em laboratório, o número de CFU por mL obtido após plaqueamento em meios de cultura diferentes foi inferior ao número de células por mL observado ao microscópio. Aparentemente, parte da população permaneceu viável mas num estado não replicativo, contribuindo para o número inferior de CFU. A fim de estudar se as condições laboratoriais poderiam ser aperfeiçoadas para permitir o crescimento de bactérias consideradas “incultiváveis”, a estirpe 695, isolada de uma amostra recolhida nos Açores, foi usada como modelo. O isolamento e o crescimento da estirpe 695 foi realizado com êxito após combinar um meio de cultura disponível comercialmente, caldo de tioglicolato , diluído 10 vezes, e meio mineral.
bactérias marinhas, bactérias incultiváveis, ácidos gordos, cultivo, formulação de meios de cultura, adaptação bacteriana

Novembro 2, 2016, 11:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Carla da Conceição Caramujo Rocha de Carvalho

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Prof Auxiliar Convidado