Dissertação

A bioinformatic approach to the pathogenic potential of Vibrio crassostreae in marine sponges and corals EVALUATED

Os corais e esponjas são organismos ecologica e economicamente importantes, ameaçados em parte por epidemias às quais o género Vibrio tem sido associado. Esta tese trata de quatro estirpes de Vibrio altamente relacionadas (mais de 99% de similaridade no gene 16S rRNA) isoladas do coral gorgoniano Eunicella verrucosa e das esponjas Ircinia variabilis and Sarcotragus spinosulus. Os principais objectivos foram identificar a(s) sua(s) espécie(s) e determinar o seu potencial patogénico para com estes hospedeiros. A sua filogenia foi estudada por multilocus sequence analysis usando cinco genes de manutenção (gapA, ftsZ, mreB, topA, and gyrB), determinando-se a espécie como sendo V. crassostreae. Uma quinta estirpe, V. crassostreae 9CS106, foi incluída por ser uma estirpe altamente relacionada do oceano Pacífico. O genótipo das cinco estirpes foi examinado em busca de factores de virulência relevantes através da plataforma de anotação automática RAST. As capacidades encontradas foram similares para todas as estirpes. Estas deverão procurar um hospedeiro, através de quimiotaxia, no qual formarão biofilmes persistentes que poderão ter quitina ou norspermidine como substrato alvo. Poder-se-á seguir uma redução de motilidade e simultânea sobreexpressão de factores patogénicos assim como a inibição de locais antivirulência. Estas funções são reguladas por vários mecânismos que, juntamente com quorum sensing interespécie, sugerem um comportamento oportunístico coordenado. Factores patogénicos como sequestro de ferro e sistemas de secreção (tipo IV e VI) foram detectados. O potencial patogénico encontrado indica que estas estirpes poderão ameaçar organismos bênticos no caso de subidade de temperatura, variável associada à virulência de Vibrios.
coral, esponja, Vibrio, patogénio

Junho 23, 2017, 10:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Rodrigo da Silva Costa

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Auxiliar