Dissertação

Depicting the mechanism of action of an ATMP for the development of the potency assay EVALUATED

As células estaminais do mesênquima (MSCs) têm sido alvo de interesse nos últimos anos. As MSCs já provaram a sua capacidade de modular o sistema imunitário, sendo fortes candidatas para o tratamento de doenças imunitárias; o ImmuneSafe® é um dos produtos derivados de MSCs e tem como objectivo prevenir e tratar o GvHD. O "benchmarking" do ImmuneSafe® foi efectuado usando MSCs previamente administradas a pacientes (MSC IPO) e que obtiveram resultados positivos no tratamento e prevenção do GvHD. Além da caracterização das MSC IPO, a comparação dos resultados com os do ImmuneSafe® sugere que este tem potencial clínico. O mecanismo de acção do ImmuneSafe® foi também estudado através do bloqueio de vias metabólicas que poderão estar envolvidas nas propriedades imunomodulatórias das células. Os resultados sugerem que o IDO é a proteína com maior potencial para ser candidata ao desenvolvimento do ensaio de potência. O perfil de activação do ImmuneSafe® foi analisado usando várias citocinas pró-inflamatórias. Os resultados gerais sugerem que o ImmuneSafe® reage aos diferentes ambientes ao libertar vários factores solúveis e alterando o nível de expressão de proteínas membranares. A combinação do IFN-γ com o TNF-α resultou no ambiente pró-inflamatório com maior produção de factores solúveis. No geral, foram dados os primeiros passos no estudo do mecanismo de acção do ImmuneSafe®. É de extrema importância proceder a mais estudos de forma a atingir resultados mais fiáveis e desenvolver um ensaio de potência eficaz.
Células estaminais do mesênquima, benchmarking, mecanismo de acção, perfil de activação, citocinas, ensaio de potência.

Novembro 26, 2014, 9:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Francisco Ferreira dos Santos

Cell2B – Advanced Therapeutics

Doutor

ORIENTADOR

Cláudia Alexandra Martins Lobato da Silva

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Auxiliar