Dissertação

The influence of surface chemistry on osteogenic differentiation of hMSCs EVALUATED

Os materiais cerâmicos à base de fosfato de cálcio são usados como substitutos ósseos no tratamento de ossos. Algumas propriedades físico-químicas destes materiais determinam a sua bioactividade e o seu potencial osteoinductivo: micro e macroestrutura e a composição química. Num estudo anterior dois materiais compostos por tricálcico fosfato (TCP) foram comparados: TCP S (pequenos poros) e TCP-B (grandes poros), mas muitas propriedades foram variadas, pelo que não se sabe qual destes factores é essencial para a diferenciação osteogénica. Assim, neste estudo todos os factores foram mantidos constantes e fez-se variar apenas a composição química das superfícies. Aqui foram comparados três discos de TCP-S com a mesma macroestrutura e equivalente microporosidade mas diferentes coberturas: coberturas de ouro, de carbono e discos sem revestimento. Começou-se por confirmar que os perfis de libertação de iões e a adsorção de proteínas eram idênticas independentemente do tipo de revestimento. No estudo in vitro, tanto a proliferação celular com a diferenciação osteogénica aumentaram ao longo do tempo de cultura. Contudo não foram encontradas diferenças significativas entre as células estaminais do mesênquima (hBMSC) crescidas nos diferentes tipos de revestimento. Relativamente à forma das células também não foram encontradas diferenças entre as três amostras. A expressão de Colagénio-I, fosfatase alcalina, osteopontina e osteocalcina, marcadores osteogénicos também foi examinada e os resultados mostraram diferentes tendências. Assim, os resultados deste estudo revelam que as diferentes composições químicas conseguidas através das diferentes coberturas não induzem diferentes graus de diferenciação osteogénica nas hBMSCs.
cerâmicos, composição química, diferenciação osteogénica

Junho 17, 2014, 10:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Lorenzo Moroni

Twente University

Doutor

ORIENTADOR

Cláudia Alexandra Martins Lobato da Silva

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Auxiliar