Dissertação

Contributo para a valorização da indústria de arroz:    Estudos de especiação química de arsénio em arroz e de extração de compostos ativos da casca de arroz EVALUATED

Entre os pontos de intervenção e preocupação da indústria arrozeira, salientam-se o problema da acumulação de arsénio no grão e o subaproveitamento de um dos maiores resíduos agrícolas do mundo, a casca de arroz. Foi efetuada a especiação química de arsénio (As) de farinhas de arroz através de cromatografia líquida de alta eficiência acoplada à espectroscopia de massa com fonte de plasma indutivamente acoplada (HPLC-ICP-MS). A espécie orgânica DMA(V) predomina (164-188 μg/kg), seguida da espécie inorgânica As(III) (84-67 μg/kg). Comparando com dados da literatura de outros países, os níveis de As total destas amostras foram superiores aos valores médios dos outros países, no entanto, apresentaram o segundo menor nível das espécies mais tóxicas, espécies inorgânicas. Os resultados evidenciam que a análise de As total não fornece informação suficiente e que a especiação química é um ponto-chave para avaliar a contribuição deste alimento na exposição humana ao arsénio. A casca de arroz contém compostos antioxidantes associados ao sistema natural de defesa da planta. Analisaram-se duas técnicas de extração de compostos ativos. A extração com dióxido de carbono supercrítico apresentou rendimentos muito baixos (máximo: 0.45%) face à extração convencional sólido-líquido com metanol aquoso (2.68%). A capacidade antioxidante dos extratos foi analisada através da eliminação de radicais livres de DPPH e pelo método de Folin-Ciocalteu. Os extratos supercríticos apresentaram atividade antioxidante muito baixa enquanto os extratos metanólicos produziram resultados semelhantes aos reportados na literatura. A extração e purificação de compostos antioxidantes da casca de arroz constitui uma via potencial para valorizar este resíduo.
arroz, especiação de arsénio, HPLC-ICP-MS, casca de arroz, extração com fluido supercrítico, antioxidantes

Maio 9, 2013, 10:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

CO-ORIENTADOR

Licínio Mendes Ferreira

Departamento de Engenharia Química (DEQ)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

João Carlos Moura Bordado

Departamento de Engenharia Química (DEQ)

Professor Catedrático