Dissertação

Characterization of Saccharomyces cerevisiae mutants unable to accumulate trehalose upon nutrient starvation EVALUATED

Em resposta às mudanças rápidas no ambiente, as leveduras desenvolveram mecanismos de adaptação a nível metabólico, essencias à sua sobrevivência. Os nutrientes activam vias de sinalização envolvidas no controlo do crescimento. A ausência de nutrientes provoca a acumulação de trealose, hidrato de carbono de reserva. Este projecto incide no estudo de estirpes de Saccharomyces cerevisiae que não acumulam trealose aquando da escassez de nutrientes, em consequência de mutaçõe(s) provisoriamente denominada(s) seg1-1. Tendo em vista a identificação do(s) loci correspondente(s) a esta(s) mutaçõe(s), este estudo teve como principal objectivo isolar segregantes representativos do fenótipo de interesse para aplicação da estratégia de mapeamento genético QTL. Durante o processo de selecção dos segregantes procedeu-se à caracterização das estirpes seg1-1, tendo-se identificado novos fenótipos. De acordo com os resultdos obtidos, existe mais de uma mutação no genoma destes mutantes, verificando-se que as condições em que é observado o baixo nível de trealose dependem de combinações dessas mutações. Os fenótipos associatos às estirpes seg1-1 não dependem de proteínas Gap1 truncadas na região C-terminal. Por outro lado, PKA poderá estar envolvida na deficiente acumulação de trealose. Os resultados obtidos demonstraram que as proteínas Gap1 e Gos1 são incorrectamente enviadas para o vacúolo nas estirpes incapazes de acumular trealose aquando da escassez de nutrientes, tendo-se levantado a hipótese de estas células padecerem de uma condição fisiológica específica. Futuramente, a análise dos resultados do mapeamento genético será essencial para a identificação das mutações e para a compreensão da relação entre os fenótipos observados e as vias metabólicas envolvidas.
Saccharomyces cerevisiae, sinalização por nutrientes, escassez de nutrientes, proteina cinase A, acumulação de trealose, Gap1

Novembro 7, 2012, 9:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

CO-ORIENTADOR

Marta Rubio-Texeira

Katholieke Universiteit Leuven

Doutora

ORIENTADOR

Isabel Maria De Sá Correia Leite de Almeida

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Catedrático