Dissertação

Immunoregulation of soluble MICA / anti-MICA antibodies system in the context of anti-CTLA-4 melanoma therapy EVALUATED

Este projecto estuda uma imunoterapia que alcançou os mercados em 2011 indicada para o tratamento de melanoma inoperável ou metastático em pacientes já submetidos a uma linha de tratamento. Esta terapia pode prolongar a vida dos pacientes e mesmo reverter o seu estado de doença com resultados positivos em 5-15 % dos pacientes, mas apresenta efeitos adversos sérios e um elevado custo associado. Deste modo, encontrar biomarcadores preditivos que permitam uma prévia selecção de pacientes que respondam positivamente a esta imunoterapia tem-se tornado imperativo. O presente projecto de investigação de mestrado, apoiado num estudo não-randomizado prospectivo iniciado no Hospital Saint-Louis (Paris, França) em Julho de 2010, onde pacientes portadores de melanoma metastático inoperável em estágio III ou IV foram submetidos a este tratamento, visa encontrar possíveis correlações entre a resposta à terapia e um conhecido mecanismo de escape desenvolvido pelos tumores que consiste na libertação de uma molécula (MICA, complexo principal de histocompatibilidade – proteína A) que de outro modo seria reconhecida pelos linfócitos T e natural killer. Os níveis de MICA solúvel e de anticorpos anti- MICA foram medidos nos soros dos pacientes, e o polimorfismo na posição 129 do MICA foi determinado. Verificou-se que os pacientes com os níveis mais baixos de MICA solúvel são os mais propensos a responder positivamente a esta imunoterapia. O nível de MICA solúvel pode, assim, tornar-se um biomarcador preditivo para esta terapia anti-tumoural.
Melanoma, estágios III/IV, imunoterapia, MICA

Setembro 17, 2012, 10:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

CO-ORIENTADOR

Hélène Moins-Teisserenc

Université Paris Diderot - Paris 7

Doutora

ORIENTADOR

Isabel Maria De Sá Correia Leite de Almeida

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Catedrático