Dissertação

Aplicação de Nanotecnologias na Indústria de Bebidas: Estudo da Complexação de Antioxidantes com Ciclodextrinas, sua Caracterização e Viabilidade EVALUATED

Este trabalho estuda a complexação entre ácido ascórbico (AA) e agentes de protecção, ciclodextrina-2 (CD-2) ou ciclodextrina-1 (CD-1), mas também complexação semelhante de extracto de maçã. Os compostos precursores,isoladamente e em soluções mistas, processaram-se em secador de aspersão. Caracterizaram-se os complexos e as substâncias precursoras por microscopia electrónica de varrimento. A CD-2 micronizada é menos rugosa e mais esférica comparativamente à CD-1. A complexação foi analisada através das alterações estruturais, por calorimetria diferencial de varrimento. Os picos característicos da desidratação de CD-2 e CD-1 são 120ºC e 108ºC,respectivamente, da fusão do ácido ascórbico é 193ºC e a alteração térmica do extracto de maçã tem 4 picos característicos entre 176 e 195ºC. A total complexação das ciclodextrinas com os antioxidantes nas razões mássicas de 3,0-5,0:0,4-2,4 até 3,0-5,0:0,8-2,8, existindo mesmo ciclodextrinas livres, com a excepção da razão mássicas 3,0-5,0:0,8-2,8 da CD-1:AA. Através dos estudos das interacções moleculares por FT-IR, observou-se que a absorvência e vizinhança dos grupos funcionais hidroxilo,alcano, alceno, alcino e éter dos compostos estudados não sofreu alterações significativas. Por DLS observou-se as ciclodextrinas são moléculas com dimensão manométrica. Os seus complexos com antioxidante têm 0,35-0,45 nm de raio médio em solução aquosa. As suas actividades como antioxidante foram medidas pelo método de ORAC,observando-se um aumento relativamente ao valor apresentado pelo AA - 2200 µmol CAET/g AA. Alguns complexos de ciclodextrina:AA atingiram 4200 µmol CAET/g AA, enquanto a complexação do extracto de maçã não se apresenta vantajosa dado que a actividade é semelhante com o extracto - 5500 µmol CAET/g extracto.
Antioxidantes,  ciclodextrinas,  secagem  por  aspersão,  morfologia das amostras (SEM), formação de complexos (DSC), ocorrência sinergia(ORAC)

Junho 26, 2012, 14:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Catarina M. M. Duarte

Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica (IBET) e do Instituto de Tecnologia Química e Biológica (ITQB)

Doutora

ORIENTADOR

Marília Clemente Velez Mateus

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Auxiliar