Dissertação

Utilização de Quitosano em Aplicações Biomédicas EVALUATED

O quitosano é um biopolímero cujas características apelativas incluem a biocompatibilidade, biodegradabilidade, ausência de toxicidade, propriedades de adsorção, bioadesividade, actividade anti microbiana, fúngica e viral e poder hemostático. Neste trabalho pretendia-se obter estruturas de quitosano com características específicas que permitissem a sua utilização em parafusos a serem usados em próteses. Desta forma, poder-se-ia efectuar apenas a cirurgia de implante dos mesmos mas não seria necessária a posterior cirurgia de extracção. O quitosano forma normalmente filmes que não têm as características específicas para a aplicação que se pretende. Neste trabalho foram testados vários aditivos e condições operacionais de modo a alterar as características do quitosano, e se obter estruturas mais rígidas e resistentes que pudessem ser posteriormente moldada em parafusos. Os aditivos testados foram, nomeadamente, o hidróxido de sódio (NaOH), a amónia (NH3), o glutaraldeído e o anidrido acético. As condições operacionais testadas incluíram o tempo de contacto, proporção quitosano/aditivo, concentração de aditivo, volume de amostra. Os melhores resultados foram obtidos através da adição de NH3, obtendo-se estruturas bem definidas e com uma dureza apreciável.
Quitosano, Aditivos, Implantes biodegradáveis, Aplicações biomédicas

Novembro 10, 2009, 10:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

CO-ORIENTADOR

Inês da Fonseca Pestana Ascenso Pires

Departamento de Engenharia Mecânica (DEM)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Maria Raquel Murias dos Santos Aires Barros

Departamento de Engenharia Química e Biológica (DEQB)

Professor Associado