Dissertação

Scale-Up and Design of Chemometric Models for the Production of MCL-PHAs by Pseudomonas putida KT2442 EVALUATED

Os PHAs são poliésteres lineares produzidos naturalmente por fermentação bacteriana de açúcares ou lípidos. As suas biocompatibilidade e biodegradabilidade fazem com que estes compostos sejam bastante desejáveis em muitas áreas, como o empacotamento, a agricultura, a electrónica e a medicina. De modo a que a utilização de PHAs nestes campos possa ser significativa, a sua produção tem que ser maximizada através da descoberta do melhor organismo produtor e das melhores condições de fermentação. Neste trabalho, diferentes meios e estratégias de alimentação com várias fontes de carbono foram testados na produção de PHAs por Pseudomonas putida KT2442. Uma vez controlada em laboratório, a fermentação mais bem sucedida, com ácido octanóico como fonte de carbono, foi aumentada de escala, sendo incluídos nesta etapa dois equipamentos de monitorização online. A evolução da composição do ar no fermentador foi observada por espectrometria de massa, enquanto os componentes presentes no meio de cultura foram estudados com espectroscopia de infravermelho próximo (NIRS). Os espectros obtidos por NIRS foram usados para construir modelos de previsão da concentração de biomassa, PHA e ácido octanóico durante a fermentação.
Polihidroxialcanoatos, Pseudomonas putida, Quimiometria, Espectroscopia de Infravermelho Próximo, Monitorização Online

Outubro 6, 2009, 10:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Kwang-Kuk Cho

The Centre for Process Innovation, Wilton Centre, CPI

Especialista

ORIENTADOR

José Monteiro Cardoso de Menezes

Departamento de Engenharia Química e Biológica (DEQB)

Professor Auxiliar