Dissertação

Oxygen gas-liquid mass transfer in shaken flasks in biological high viscosity systems: - - EVALUATED

Pequenos reactores como frascos agitados são ferramentas bastante utilizadas no início de qualquer processo biológico, nomeadamente, na escolha da estirpe ideal a utilizar. No entanto, um fornecimento insuficiente de oxigénio nestes frascos pode limitar o crescimento dos microrganismos, levando a decisões erradas no início do desenvolvimento do bioprocesso. O Respiration Activity Monitoring System (RAMOS), foi utilizado para monitorizar o estado fisiológico da estirpe Corynebacterium glutamicum DM 1730 de modo a observar a capacidade de transferância de oxigénio para diferentes condições operacionais. Foram utilizados frascos agitados de 250ml e um diâmetro de agitação de 5 cm para dois volumes de meio: 30 ml e 40 ml e duas frequências de agitação: 250 rpm e 350 rpm numa gama de viscosidades entre 1 mPa.s e 50 mPa.s. Todas as fermentações foram efectuadas a 30ºC. Apesar de já ter sido desenvolvido um trabalho semelhante usando o método do sulfito, os resultados obtidos não podem ser utilizados para extrapolar condições indicadas para um sistema biológico. Foi também medida a solubilidade de oxigénio no meio fermentativo usando diferentes modificações do método de Winkler e feito um estudo preliminar do mesmo parâmetro através de um determinação espectofotométrica com base na formação de um complexo de cianeto de prata. Finalmente, coeficiente volumetrico de tranferência de massa na interface gás liquido (kLa) foi calculado para todas as condições experimentais utilizadas e comparado com a literatura.
Taxa de transferência de oxigénio, maquina RAMOS, alta viscosidade, limitação de oxigénio, frasco agitado.

Dezembro 9, 2008, 16:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Amizon Azizan

Aachen University, RWTH

Especialista

ORIENTADOR

Luís Joaquim Pina da Fonseca

Departamento de Engenharia Química e Biológica (DEQB)

Professor Auxiliar