Dissertação

Cystic Fibrosis: novel molecular imaging tools EVALUATED

Fibrose Quística (FQ) é causada por mutações no gene Cystic Fibrosis Transmembrane Conductance Regulator (CFTR), que codifica um canal de cloreto na membrana plasmática apical (MP) das células epiteliais. Têm surgindo terapias que corrigem os defeitos no tráfico ou função da CFTR (corretores e potenciadores, respectivamente), no entanto, ainda não existem metodologias não-invasivas para avaliar a presença de CFTR normal ou farmacologicamente resgatada na superfície da célula em organismos vivos. A imagiologia molecular pode ser útil pois permite detectar de forma não invasiva uma molécula alvo in vivo usando uma sonda específica. O objetivo desta tese foi apresentar uma nova abordagem de imagiologia molecular capaz de detectar a proteína CFTR normal e também a proteína mutada e resgatada na MP de células epiteliais pulmonares humanas, utilizando uma sonda de imagem radiomarcada. Estas sondas para a detecção da CFTR baseiam-se em fragmentos de anticorpo anti-CFTR, (F(ab’)2), específicos para o primeiro loop extracelular da CFTR (ECL1), e directamente radiomarcados com radioisótopo 99mTc. Inicialmente, dos oito F(ab')2 propostos, foram escolhidos os três com melhores resultados na detecção da CFTR através de western blot e imunoprecipitação. Depois, estes fragmentos de anticorpo foram marcados radioactivamente com 99mTc, obtendo-se produtos com pureza superior a 90% após purificação. Na segunda parte da tese, estão descritos os testes de uptake, internalização e modulação com as sondas radiomarcados em células BHK e CFBE. Foi possível concluir que estas sondas não conseguem distinguir eficazmente a CFTR normal da mutante, não conseguindo detectar também a correcção da CFTR mutante na MP.
Fibrose Quística, Imagiologia Molecular, Tecnécio, Anticorpos Anti-CFTR, Moduladores CFTR

Outubro 29, 2018, 15:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Filipa Fernandes Mendes

Departamento de Engenharia e Ciências Nucleares (DECN)

Investigador Auxiliar