Dissertação

A biocascade for the synthesis of aromatic L-amino acids EVALUATED

Os aminoácidos estão na base da síntese de proteínas e podem ser usados como intermediários na produção de produtos de grande valor comercial. Existem diversos aminoácidos não-naturais que têm a capacidade de modificar as características de uma proteína ou de um péptido quando incorporados na sua estrutura, dando origem a novas moléculas potencialmente interessantes a nível industrial. Já foram estabelecidos métodos de produção deste tipo de moléculas, com aplicação limitada e várias desvantagens, como o uso de reagentes perigosos. Neste trabalho é estabelecida uma cascata enzimática para a produção de L-aminoácidos aromáticos em três passos e usando apenas um reator, partindo de três ácidos carboxílicos aromáticos diferentes e usando a monooxigenase P450Cla. Esta enzima é um citocromo que pertence à família das P450, proteínas com um grupo heme que catalisam vários tipos de reações com alta seletividade. Inicialmente os parâmetros da hidroxilação foram optimizados usando um fed-batch de peróxido de hidrogénio. A via foi inicialmente testada em reações de 1 mL, realizando-se um scale up para 50 mL, onde se obteve uma concentração do produto final de 1,04 g/L, comprovando-se assim a aplicação desta via e modo de operação. Foi também testado oxigénio como oxidante na hidroxilação de substrato usando dois sistemas diferentes de transporte de eletrões, com uma concentração final de produto de 316 mg/L após 20 horas. Foi também testada a hidroxilação usando células E. coli como catalisadores, resultando em vestígios do produto.
Aminoácidos, Ácidos carboxílicos, Citocromo P450, Peróxido de Hidrogénio

Novembro 14, 2017, 15:30

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Alexander Dennig

Technical University of Graz

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Pedro Carlos De Barros Fernandes

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Prof Auxiliar Convidado