Dissertação

Use of rapeseed, coffee and breadcrumbs waste by-products as substrates for microbial production of bioethanol EVALUATED

A produção de biocombustíveis capazes de sustentar a dependência energética do mundo está a trazer novas descobertas neste campo científico. Muitas linhas de investigação estão atualmente direcionadas para a conversão de materiais lenhocelulósicos em açúcares, com o principal objetivo de descobrir quais os resíduos a usar na produção de biocombustíveis. Neste trabalho estudou-se o uso de resíduos de colza, café e pão, como substratos no processo de sacarificação e fermentação a bioetanol, tendo sido usadas diferentes concentrações de ácido clorídrico na sua hidrólise química. Foram também usadas enzimas comerciais e enzimas produzidas a partir de Phanerochaete chrysosporium. Para o mesmo resíduo, a produção de bioetanol obtida dependeu das condições de hidrólise usadas. A maior produção de bioetanol foi obtida com hidrólise química recorrendo a 0,6 M HCl quando o substrato em uso eram os resíduos de pão (30,6 g/L de etanol). A hidrólise química foi a condição que demonstrou maiores produções de bioetanol quando comparada com as outras condições estudadas (uso de enzimas comerciais e enzimas produzidas a partir de um fungo), obtendo-se 6,86 e 7,42 g/L de etanol, para os substratos colza e café, respetivamente. No processo de sacarificação e fermentação simultânea com recurso a enzimas comerciais obteve-se 4,28, 3,04 e 26,8 g/L de etanol para os resíduos de colza, café e pão, respetivamente. No uso de enzimas produzidas pelo fungo Phanerochaete chrysosporium o máximo de etanol produzido foi 14,8 g/L para resíduos de pão. Para os resíduos de colza e café obteve-se 2,44 e 3,16 g/L, respetivamente.
Bioetanol, hidrólise química, hidrólise enzimática, resíduos lenhoceluloses, enzimas comerciais, fermentação alcoólica.

Novembro 16, 2016, 15:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Jorge Humberto Gomes Leitão

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Associado

ORIENTADOR

Ivana Márová

Institute of Food Science and Biotechnology, Faculty of Chemistry, Brno University of Technology

Doutora