Dissertação

Novel Downstream processes for the purification of monoclonal antibodies based on aqueous two phase partitioning and hydrophobic interaction chromatography EVALUATED

Os anticorpos monoclonais têm demonstrado o seu potencial como moléculas terapêuticas sendo a sua procura maior do que nunca, estima-se que o mercado global para anticorpos monoclonais atinja quase $ 58 bilhões em 2016. No entanto a sua produção tem de ser suficientemente rentável para preencher a demanda atual. Embora tenham sido alcançados processos de produção produtivos e eficientes, o processamento a jusante tornou-se o passo limitante para a produção de anticorpos. Como tal é crucial melhorar as plataformas de purificação existentes. Para resolver este problema várias alternativas foram testadas começando com a triagem de possíveis sistemas de duas fases aquosas (SDA) para partição por afinidade de anticorpos monoclonais com o ligando LYTAG, seguido do teste intensivo do tipo de sistema mais promissor (PEG-Sulfato de Amónia) com diferentes parâmetros e dum processo de purificação combinado com o sistema PEG6000-Sulfato de Amónia e cromatografia de interação hidrofóbica (CIH) com diferentes resinas disponíveis comercialmente. A introdução de um ligando de afinidade teve como objetivo melhorar a seletividade da SDA mantendo as suas qualidades inerentes de elevada capacidade, custo moderado e escalabilidade. No entanto, os sistemas testados foram incapazes de efetuar a purificação desejada. A CIH foi introduzida para maior seletividade, constituindo uma alternativa acessível para a tradicional cromatografia de proteína A, a combinação de 10% PEG 6000- 12% Sulfato de Amónia e cromatografia com a HiTrap Butil FF alcançou os melhores resultados com rendimentos de extração superior a 99% e purezas até 96,5%.
anticorpos monoclonais, processos de purificação, sistemas de duas fases aquosas, cromatografia de interação hidrofóbica

Julho 6, 2015, 16:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Ana Margarida Nunes da Mata Pires de Azevedo

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Colaborador Não Remunerado Docente