Dissertação

Influência da Incorporação de Lamas de ETAR nas Características dos Combustíveis Derivados de Resíduos EVALUATED

Neste trabalho analisa-se o efeito da adição de lamas flotadas (LF) e digeridas e desidratadas (LDD) de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais domésticas nas características de um Combustível Derivado de Resíduos (CDR) proveniente de uma fracção combustível de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU). Simulou-se a mistura de CDR e lamas tendo por objectivo a auto-suficiência energética na eliminação térmica de lamas. A possibilidade de aumentar a fracção biogénica do CDR por adição de lamas foi também estudada e analisaram-se as principais implicações na qualidade do combustível. As LF (ΔHcomb: -2MJ/kg; Hu:96%)tq e as LDD (ΔHcomb:1MJ/kg; Hu:77%)tq exigem a mistura de pelo menos 34% e 23%, respectivamente, do CDR (PCI:18MJ/kg; Hu:10%)tq em análise para eliminação térmica autosuficiente. O aumento da fracção biogénica das misturas CDR-LF ou CDR-LDD para o valor máximo da gama de valores típicos de CDR proveniente de RSU (50%-60%) é possível se for reduzida previamente a humidade de LF a 30% e de LDD a 25%, para incorporações de 50% de lamas. Nas misturas referidas o PCI diminui (PCICDR-LF:14 MJ/kg bh; PCICDR-LDD:13,5 MJ/kg bh) e a humidade aumenta (HuCDR-LF:20%; HuCDR-LDD:18%), para valores que comprometem a sua aplicação em fornos rotativos, e no caso da mistura com LDD, também o teor em cinzas (28% bs). Para aplicação em leitos fluidizados, os parâmetros Cloro e Enxofre (CDR+LF: Cl-1,1% bs; S-0,6 % bs) e teor em cinzas e enxofre (CDR+LDD: Cinzas-28% bs; S-0,6% bs) alteram para valores que poderão ser problemáticos quando comparados com o CDR tipicamente aplicável nesta tecnologia.
Combustíveis Derivados de Resíduos, Lamas de ETAR, Fracção Biogénica, Azoto Kjeldahl, Incineração, Co-incineração; Auto-suficiência energética

Novembro 14, 2008, 9:30

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

CO-ORIENTADOR

Rita Mafalda Ferreira Barros Martins da Silva

Departamento de Engenharia Química e Biológica (DEQB)

Especialista

ORIENTADOR

Susete Maria Martins Dias

Departamento de Engenharia Química e Biológica (DEQB)

Professor Auxiliar