Dissertação

Caracterização da fracção leve dos Resíduos de Fragmentação Automóvel EVALUATED

O fabrico de automóveis tem aumentado nos últimos anos, sendo a UE o principal produtor. A diminuição do tempo de vida útil dos veículos assim como a alteração da sua composição, com a substituição dos metais ferrosos por materiais leves, veio impor limitações na reciclagem ao atingirem o seu fim de vida. Actualmente, cerca de 75 a 80% dos materiais que constituem os Veículos em Fim de Vida (VFV) são reciclados e valorizados, sendo os restantes 20 a 25%, designados por Autofluff, enviados para aterro. Esta problemática viu reconhecida a sua importância através da implementação de legislação que regulamenta a gestão dos veículos. A directiva europeia estabelece quotas de valorização e reutilização, atribuindo ao fabricantes dos VFV a responsabilidade de incorporar a prática do Ecodesign na concepção dos veículos de forma a facilitar, posteriormente, a reutilização e/ou reciclagem dos seus componentes. Têm sido desenvolvidos vários processos de valorização para o Autofluff. No entanto, as diferenças na composição deste resíduo tem constituído um obstáculo na definição de um processo integrado de reciclagem. Este trabalho tem como objectivo os dois pontos seguintes: 1.º caracterizar física e quimicamente dois tipos de resíduo, um Autofluff e uma mistura de Autofluff com sucata não ferrosa, considerando-se que a sua caracterização constitui o primeiro passo para a definição de um processamento de valorização. 2.º analisar as diferenças observadas na caracterização dos dois tipos de matéria-prima atrás referidos e, verificar se a mistura de sucata metálica com os RFA é prejudicial à valorização deste tipo de resíduos.
Veículo em Fim de Vida, Ecodesign, Processo de Valorização, Autofluff.

Novembro 14, 2008, 10:30

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

CO-ORIENTADOR

Carlos Alberto Gonçalves Nogueira

Departamento de Engenharia de Materiais (DEMAT)

Professor Auxiliar Convidado

ORIENTADOR

Fernanda Maria Ramos da Cruz Margarido

Departamento de Engenharia de Materiais (DEMAT)

Professor Associado