Dissertação

Estratégias para a promoção de uma rede nacional de Simbioses Industriais EVALUATED

Actualmente, o planeamento de Simbioses Industriais (SI) é uma das temáticas que maior discussão tem gerado no seio da comunidade de investigação de Ecologia Industrial. No século passado desenvolveram-se intensos esforços de planeamento de Eco-Parques Industriais, no entanto, sem sucesso. Os resultados obtidos fortalecem a hipótese de simbioses auto-organizadas, a qual defende que as SI emergem por via de decisões de actores privados, que pretendem atingir benefícios extra através da troca de recursos, sem planeamento prévio. Uma das barreiras deste modelo prende-se com a dificuldade de identificação das ligações de SI. Neste estudo apresentam-se resultados iniciais relativos ao desenvolvimento de uma ferramenta que pretende facilitar a identificação e planeamento de potenciais redes de SI. A ferramenta consiste numa base de dados da qual constam SI reportadas na literatura científica e em publicações oficiais de institutos públicos. Seguiu-se a sua aplicação na identificação de núcleos em Portugal e no estudo do planeamento de SI. Conclui-se que as actividades económicas envolvidas em maior número de SI são, considerando origem e destino dos materiais: processamento de químicos e fabricação de produtos minerais não metálicos. Identificaram-se dois núcleos de SI em Portugal, o primeiro envolvendo duas empresas e o segundo envolvendo nove. Relativamente ao planeamento de SI, verifica-se que a água é um recurso típico de relações simbióticas entre actores co-localizados. Os minerais não metálicos industriais e os combustíveis fósseis apresentam os maiores rácios distância/quantidade e, como tal, possuem maior valor associado nas relações de SI.
Simbioses industriais; simbioses auto-organizadas; ferramentas de planeamento

Novembro 27, 2007, 10:30

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

CO-ORIENTADOR

Inês dos Santos Costa

IN+ - Departamento de Eng. Mecânica

Especialista

ORIENTADOR

Paulo Manuel Cadete Ferrão

Departamento de Engenharia Mecânica (DEM)

Professor Associado