Breve Introdução

O Instituto Superior Técnico (IST) é a maior Escola de Engenharia do país, com cerca de 900 docentes e 9000 alunos, a maioria dos quais a frequentar o 1.º e 2.º ciclos.

A Engenharia do Ambiente no IST é um curso integrador que junta aos conhecimentos da engenharia tradicional conhecimentos de socioeconomia, organização do território e tecnologias ambientais, por forma a fornecer aos Engenheiros do Ambiente uma formação sólida e orientada para a resolução de problemas ambientais que lhes permitirá acompanhar a evolução rápida da Natureza e da Sociedade.

"Fui confrontado com múltiplas áreas científicas do ensino, o que resultou numa formação transversal e em capacidades multifacetadas que se exigem de um Engenheiro do Ambiente"

João Espiga Machado, 2.º ano do Mestrado

Engenharia do Ambiente no IST

Testemunhos

Historial

O ensino em Engenharia do Ambiente no IST - acreditado pela Ordem dos Engenheiros - teve início no ano lectivo 1993/1994.


Adaptou-se ao Processo de Bolonha no ano lectivo 2006/2007, originando a Licenciatura em Ciências de Engenharia - Engenharia do Ambiente (três primeiros anos) e o Mestrado em Engenharia do Ambiente (dois últimos anos).

Estes dois graus foram integrados num Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente (seguindo a tendência de outros cursos do IST) no ano lectivo de 2016/2017.

No ano lectivo de 2021/2022, e no âmbito da reestruturação dos cursos de 1.º e 2.º ciclo do IST, foram criados a Licenciatura e o Mestrado em Engenharia do Ambiente.

Objectivos

O Mestrado em Engenharia do Ambiente tem como objectivo principal formar engenheiros com capacidade para a análise e resolução de problemas ambientais e para a gestão dos recursos naturais. 

Os alunos são formados numa perspectiva integrada (ecológica, social, económica e tecnológica) para saberem gerir o uso sustentável de recursos como água, solo, ar, ecossistemas e matérias-primas, usando ferramentas de salvaguarda, gestão, prevenção, tratamento e remediação dos problemas. 

O Mestrado promove a integração da vertente tecnológica de prevenção e controlo integrado da poluição com a gestão de sistemas ambientais para uma gestão integrada do ambiente e das actividades humanas, de valor acrescentado e reduzidos impactes ambientais negativos. Como actividade transversal, a Engenharia do Ambiente privilegia a interdisciplinaridade, envolvendo conhecimentos e tecnologias diversos e em constante actualização, fornecendo este Mestrado um grande leque de Unidades Curriculares opcionais para cobrir estas necessidades.

Destinatários

O Mestrado em Engenharia do Ambiente destina-se a licenciados na área das Ciências e Tecnologia, usufruindo de acesso directo os licenciados em Ciências de Engenharia - Engenharia do Ambiente pelo IST.

Para mais informações sobre o regime de acesso, veja aqui.

Saídas Profissionais

O Mestrado em Engenharia do Ambiente do Técnico permite um vasto leque de saídas profissionais, das quais se destacam:

  • Empresas de prestação de serviços e de consultoria, nomeadamente em termos de formulação de pareceres e desenvolvimento de projectos;
  • Administração Central, Regional ou Local, relativamente ao licenciamento e monitorização do comportamento das infra-estruturas e gestão da exploração;
  • Organismos públicos ou privados relacionados com o Ambiente;
  • Indústria, nomeadamente em termos de implementação de sistemas de gestão ambiental e planeamento, operação e gestão de sistemas de tratamento de efluentes;
  • Laboratórios e instituições de investigação.

Publicações Oficiais

Despacho n.º 1027/2007, DR n.º14, II Série, de 19/01, Pag. 1667 2007-01-19 Área de Especialização em Gestão Ambiental, Área de Especialização em Tecnologias Ambientais, Tronco Comum

Coordenadores

2021/2022
Tiago Morais Delgado Domingos
tdomingos@tecnico.ulisboa.pt

A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.