Plano Curricular

MEAer 2017 desde 2017

O MEAer combina: (i) uma formação multidisciplinar alargada no “tronco comum” frequentado por todos os alunos nos 3 primeiros anos (licenciatura); (ii) abre um leque extramente diverso de ramos, perfis e especializações com grande liberdade de escolha estruturada nos últimos 2 anos (mestrado). Desta forma todos os alunos do MEAer têm uma sólida formação de base físico-matemática e nos fundamentos da engenharia que serve também de base a uma escolha consciente e amadurecida de temas de especialização.

O aluno que ingressa na universidade depara com uma vasta oferta de cursos especializados entre os quais é difícil fazer uma escolha clara. O MEAer não exige uma escolha prematura ou pouco amadurecida, fornecendo ao longo do tronco comum de 3 anos da licenciatura uma formação interdisciplinar, que dá acesso a uma grande variedade de escolha (3 ramos, 6 perfis e 13 especializações) no mestrado  nos 2 últimos anos.

O mestrado tem 3 ramos cada um com 2 perfis. O ramo aeronaves concentra-se nos aspectos mecânicos e tem os perfis aerodinâmica e propulsão e estruturas e materiais; o ramo aviónica concentra-se nos aspectos eléctricos com os perfis "computação e sistemas" e "electrónica e telecomunicações"; o ramo espaço prolonga a abordagem electromecânica do tronco comum da licenciatura nos perfis "veículos e missões" e "modelação multidisciplinar". 

 Aos 3 ramos e 6 perfis há que acrescentar um vasto leque de disciplinas de opção, cobrindo no conjunto 14 áreas de especialização: (1) engenharia aeroespacial, (2) aerodinâmica, (3) propulsão, (4) estruturas, (5) tecnologias de fabrico, (6) segurança, (7) controlo, (8) computação, (9) electrónica, (10) telecomunicações, (11) energia e (13) empreendedorismo.

No conjunto, o MEAer oferece mais de 70 disciplinas das quais um aluno frequenta 45 em 9 semestres com o 10º semestre dedicado à tese de mestrado para a qual há uma escolha ainda mais vasta de temas. Colaboram no ensino do MIEA cerca de 170 docentes, a maioria dos Departamentos de Engenharia Mecânica (DEM) e Electrotécnica e de Computadores (DEEC) que facultam acesso aos seus laboratórios e outros meios.

A qualidade e actualização do ensino do MEAer é testemunhada por centenas de publicações anuais dos docentes nas melhores revistas científicas da sua especialidade e por numerosos projectos de investigação nacionais e internacionais, mormente comunitários. Alguns destes projectos são vocacionados específicamente para os alunos, por exemplo visando a construção de nano-satélites no âmbito de programas da ESA e EU.



Figura 5: Diagrama do Plano Curricular do MEAer


A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.