Dissertação

Intervenção contemporânea no património arquitetónico religioso. A adaptação de edifícios religiosos a funções profanas EVALUATED

A seguinte dissertação aborda a reabilitação de património religioso (edifícios conventuais), adaptados a funções culturais. Para tal ser possível foram escolhidos: o Convento dos Celestinos de Heverlee, reabilitado para acolher a Biblioteca de Arenberg (do arquiteto Rafael Moneo), e o Convento de São Francisco de Coimbra, reabilitado para acolher o Coimbra Cultura e Congressos (do arquiteto Carrilho da Graça). Os casos de estudo são analisados tendo em conta o seu contexto histórico e físico, as alterações que sofreram ao longo do tempo e o projeto de reabilitação. Estes dois conventos acolheram funções incompatíveis, muito diferentes da sua função original ao longo do tempo, e sofreram alterações profundas na sua configuração. Foram abandonados e sofreram graves processos de degradação. As funções de biblioteca num caso e centro cultural e de congressos no outro adaptaram-se bastante bem aos edifícios, respeitando-os tanto física como simbolicamente. É possível afirmar que estes encontraram, por fim, usos compatíveis. Há uma interação do passado com o presente sem que o passado perca a sua identidade e características fundamentais, não colocando em causa a sua autenticidade. As duas intervenções foram, cada uma à sua maneira, dinamizadoras da área envolvente e servem a comunidade em que se inserem. A reabilitação destes edifícios é uma mais-valia a nível económico, histórico e social, promove a memória coletiva e oferece uma pluralidade de espaços antigos bastante interessantes.
Reabilitação, Património Religioso, Edifícios Conventuais, Uso Compatível, Convento de São Francisco, Biblioteca de Arenberg

Novembro 30, 2018, 10:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

João Rosa Vieira Caldas

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar