Dissertação

Construção espontânea em áreas desfavorecidas. Desenvolvimento de uma solução modular isolante para atenuação do desconforto térmico EVALUATED

A expressão da auto-construção constitui-se, em parte, na sua capacidade de resposta à desintegração do sistema formal urbano, através de um equilíbrio com o lugar e o aproveitamento dos seus recursos naturais, que tem por base preocupações que hoje se associam ao conceito de sustentabilidade ambiental, e fundamentado na consciência das necessidades básicas, do caráter funcional e dos recursos disponíveis. Deste modo, esta dissertação incide na importância de perceber como o sistema informal se desenvolve e interage com a cidade, propondo posteriormente um modelo de uma parede modular isolante de baixo custo e rápida execução, associado a estratégias bioclimáticas, como processo de melhoria do ambiente e controlo de alguns custos associados, promovendo uma melhor qualidade de vida. Esta proposta não tem como objetivo uma construção universal para cada cidade, valorizando a individualidade e a cultura de cada uma, no entanto pretende criar um painel modular isolante universal para reforço térmico adaptado a cada construção. Partindo da análise de diversos casos de estudo com o intuito de adquirir e consolidar o maior número de informação sobre as estruturas espontâneas no tecido urbano, procede-se à interpretação e caracterização das habitações informais, à análise da organização do espaço construído e respetivas tipologias, bem como ao aprofundamento da desigualdade urbana fundamentalmente sob as suas componentes sociais, culturais, políticas e económicas.
Habitação precária, Pobreza urbana, Sustentabilidade, Arquitetura Modular, Arquitetura Bioclimática, Conforto térmico

Junho 19, 2015, 10:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Manuel de Arriaga Brito Correia Guedes

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Associado