Dissertação

A Maquete "inteligente". Modelação em arquitectura. Pesquisa, desenvolvimento e comunicação do projecto EVALUATED

A arquitectura decorre de um processo de concepção complexo e não linear, que implica uma transformação progressiva do projecto, apoiada em diversas ferramentas como esquiços, desenhos, imagens e modelos. São estes instrumentos que permitem pesquisar, desenvolver e comunicar ao longo das diversas fases do projecto. Para além das representações bidimensionais, as ferramentas de exploração tridimensionais têm vindo a adquirir bastante relevância, desde o Renascimento até à actualidade, como meio de manipulação, experimentação e comunicação do projecto. Desde o final do século XX, para além dos meios de modelação tradicionais produzidos fisicamente - a maquete e o protótipo - assiste-se a um crescente desenvolvimento de modelos computacionais específicos para arquitectura. Neste âmbito, o estudo começa por analisar e discutir o que são modelos físicos e modelos digitais e de que forma é que cada um destes meios de modelação é relevante ao longo das várias fases do processo de concepção em arquitectura. Com base na discussão das relações de reciprocidade entre a realidade física e a realidade digital, é procurada a compreensão do papel da maquete e do protótipo no panorama da modelação actual e futura. Deste modo, através do debate em torno da influência da modelação na percepção e inteligibilidade do projecto, é possível desenvolver uma maquete "inteligente" que, através do exercício dos sentidos no acto de fazer, possibilita gerar conhecimento do projecto, informando o projecto e a arquitectura enquanto disciplina.
Modelo Físico, Modelo Digital, Inteligibilidade, Concepção Arquitectónica

Junho 21, 2017, 15:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Francisco Manuel Caldeira Pinto Teixeira Bastos

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar