Dissertação

A habitação plurifamiliar corrente do Antigo Regime em Lisboa: O “Bairro do Pombal” EVALUATED

A dissertação centra-se na análise da habitação plurifamiliar corrente do Antigo Regime no Bairro do Pombal. Uma vez que este é um bairro situado na zona de expansão ocidental de Lisboa, o período temporal de estudo refere-se exclusivamente ao séc. XVIII. A pertinência do tema escolhido prende-se com a constatação da elevada degradação de alguns edifícios aí existentes, bem como a descaracterização devido a obras de construção de raiz a que estas habitações têm sido submetidas. Pretende fazer-se um registo deste património através da sua caracterização quanto à inserção urbana, composição de fachada, tipo de acessos e distribuição funcional dos fogos. Com base na análise comparativa destas características pretendem encontrar-se os tipos que caracterizam a habitação tradicional, bem como a possível evolução entre eles. Esta tipificação é feita com base nas hipóteses de reconstituição do edifício original que, por sua vez, são realizadas através do levantamento métrico e fotográfico dos edifícios, in loco, e da pesquisa em arquivo de projetos de alteração. Desta investigação, com base num universo de estudo de 45 edifícios, surgem 9 tipos habitacionais, nos quais se inserem duas exceções — uma é de habitação unifamiliar posteriormente transformada em habitação plurifamiliar, e a outra é caracterizada por questões construtivas. Com este trabalho pretendem estabelecer-se bases para uma reabilitação consciente daquilo que são os traços definidores de cada tipo, melhorando o seu desempenho sem destruir estes valores, importantes para a memória da cidade.
Habitação corrente plurifamiliar, Bairro do Pombal, Tipos habitacionais, Construção em série, Lisboa Setecentista, Reabilitação

Junho 27, 2018, 14:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

João Rosa Vieira Caldas

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar