Dissertação

Reabilitação das Estruturas de Madeira em Edifícios Pombalinos. Uma perspectiva arquitectónica EVALUATED

A presente dissertação tem como objetivo, entender a influência que a estrutura original dos edifícios tem na adaptabilidade ao novo programa proposto (hotelaria ou apartamentos), assim como perceber a dificuldade em conseguir criar espaços que se adequem às necessidades e gosto contemporâneo, respeitando dentro do possível a estrutura original do edifício. Resume-se o Plano de Reconstrução da Baixa de Lisboa por Manuel da Maia, de forma a enquadrar o período de construção em estudo. É realizada uma comparação entre a espacialidade do edifício original e as necessidades espaciais contemporâneas. Enunciam-se as principais características e potencialidades da madeira enquanto material construtivo sendo, posteriormente referidas as suas patologias mais comuns e algumas técnicas adequadas à sua reabilitação. É feito um ponto de situação da reabilitação em Portugal, bem como as vantagens de reabilitar, em particular nesta zona da cidade de Lisboa. Em relação aos edifícios reabilitados para funcionarem como unidade hoteleira, ressalva-se o elevado número de projetos que optaram por demolir totalmente a estrutura interna do edifício. Após uma seleção e análise de seis casos de estudo conclui-se que a reabilitação de edifícios Pombalinos para uso habitacional passa por uma boa reutilização dos mesmos e que se pode tirar partido das virtudes espaciais e estruturais dos edifícios originais, sem recorrer, por sistema, à sua demolição. Ainda que seja por vezes necessário proceder a alterações na estrutura e de nem sempre ser possível recorrer a técnicas construtivas originais, é possível respeitá-la.
Reabilitação, Edifício Pombalino, adaptação espacial

Dezembro 12, 2016, 11:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

José Maria Da Cunha Rego Lobo de Carvalho

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Prof Auxiliar Convidado