Dissertação

(Des)integração urbana dos conjuntos habitacionais nos subúrbios de Lisboa. Aplicação ao caso da Quinta da Piedade EVALUATED

A presente dissertação pretende abordar o fenómeno da desarticulação urbana dos complexos habitacionais suburbanos que, segundo a convicção corrente, resultam de um planeamento urbanístico de fraca qualidade. Mas os planos urbanos surgem dentro de determinados contextos e, para entender as consequências, torna-se relevante o conhecimento das suas origens. Como tal, a investigação desenvolve-se assim, de um enquadramento geral da cidade, das suas formas e processos de crescimento, em especial entre séculos XIX e XX, para uma aproximação à realidade suburbana, que se vive hoje, na Área Metropolitana de Lisboa. Atualmente o subúrbio representa mais do que uma localização geográfica, e detém uma importância considerável no contexto cultural do local e no estilo de vida dos seus habitantes. Uma complexidade acrescida que vem exigir, para a compreensão destes espaços, uma leitura mais abrangente. E é, por isso, apresentada uma aproximação metodológica para uma estratégia de análise da integração do espaço suburbano, com base nas relações que este estabelece com a sua envolvente. Esta proposta é apresentada com a sua aplicação prática a um caso de estudo real: A Urbanização da Quinta da Piedade, Póvoa de Sta Iria. E tem como objetivos principais a identificação dos aspetos mais impactantes no fenómeno de desintegração urbana e o reconhecimento das áreas com maior necessidade e potencial de intervenção. Numa tentativa de, mesmo numa fase inicial de análise urbana, permitir uma visão abrangente do espaço e promover a criação de inter-relações entre as diferentes áreas envolvidas.
Integração Urbana, Crescimento Suburbano, Quinta da Piedade

Novembro 26, 2015, 9:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Jorge Manuel Gonçalves

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar