Dissertação

Reabilitação urbana e social em Almada - mais do que património EVALUATED

Este projeto parte de uma premissa de reabilitação do antigo Edifício Administrativo da União Elétrica Portuguesa (atual EDP), desenhado pelo arquiteto Keil do Amaral, localizado no centro de Almada, entre o Castelo e a Praça Gil Vicente. A par do objetivo inicial de introdução de uma tipologia de alojamento como programa, são estudadas profundamente as necessidades locais e da população almadense, resultando na injeção de novo programa e estendendo consideravelmente a implantação da proposta pelo interior do respetivo quarteirão, visto como uma oportunidade de revitalização urbana. Acrescentam-se então ao organismo urbano um alojamento universitário, uma residência para pessoas sem abrigo, espaços comerciais e escritórios de co-working, um restaurante e um ginásio no edifício a ser reabilitado. O conceito de reabilitação consiste na interseção singular do programa antigo com o proposto. Houve uma reflexão e descobrimento na forma como as diferentes atmosferas interiores e atividades antigas poderiam ressurgir no projeto proposto, sempre su¬jeitas ao tema da eletricidade e a sua possível produção, tornando-o único. Olha-se para o passado de uma forma perigosamente quase nostálgica, somente para aproveitar o seu melhor e trazê-lo para o futuro, e assim, através desta ressurreição crítica do passado, paradoxalmente, inova-se.
Reabilitação urbana, Património Arquitetónico Moderno, Keil do Amaral, Residência universitária, Ginásio, Co-work

Setembro 26, 2019, 14:30

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Miguel José Das Neves Pires Amado

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Associado