Plano Curricular

LQ 2006 De 2006 a 2010

O currículo da Licenciatura em Química está estruturado no sistema de créditos ECTS devendo os alunos obter um mínimo de 180 ECTS. Estes distribuem-se por 32 Unidades Curriculares semestrais, a serem leccionadas em 6 semestres.

Ao fim do 6º semestre o aluno conclui a sua formação básica e nuclear, que conduz a um Diploma de Licenciatura em Química.

O currículo inclui 36% de créditos em Ciências Básicas (Matemática, Programação, Física, Química Básica e Ciências Biológicas), 57% de créditos em Ciências da Especialidade (Química e Ciências Biológicas) e 7% de créditos em Competências Transversais.

A Licenciatura compreende um currículo básico em matemática onde se abordam os temas principais do cálculo diferencial e integral, álgebra linear, métodos estatísticos e métodos computacionais. Na formação básica em física são abordados os princípios e leis das interacções fundamentais da natureza, em particular, sobre partículas e campos, mecânica, óptica e electromagnetismo. Mantém-se igualmente uma forte formação básica a nível de bioquímica e biologia molecular.

No final do 2º ano os alunos concluem a componente curricular em ciências básicas, que constitui uma fase de índole marcadamente formativa com o objectivo de aquisição de conhecimentos de forma integrada, com recurso à matemática, física, química básica e biologia. As competências transversais são desenvolvidas ao longo do curso, sendo contempladas importantes componentes de apresentações orais, elaboração e discussão de relatórios, e trabalho em grupo, bem como de reforço da familiarização com a língua inglesa.

A formação em Ciências da Especialidade (Químicas) inicia-se no decurso do 2º semestre do 1º ano. Neste conjunto estão representadas as áreas de química orgânica, química inorgânica, química analítica, química-física e ciências biológicas, contemplando componentes importantes de interface. As ciências da especialidade conferem ao aluno da Licenciatura em Química a confiança e o conhecimento necessários para tratar problemas de síntese e análise química de compostos em contextos diversos (ex., no laboratório, à escala industrial, no ambiente, como metabolitos em seres vivos) com uma atitude profissional e responsável.

No final do 3º ano, os estudantes têm uma sólida formação de base em Ciências Químicas, que lhes permite uma visão geral deste domínio com vista a um desempenho profissional de características técnicas ou a um acesso fácil a formação de 2º ciclo numa vertente compatível (por exemplo, Química, Análise Química, Biologia de Sistemas e Biotecnologia, Ciências Farmacêuticas ou Ciências Forenses).


A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.